Marta se refugia em Campos do Jordão

Derrotada ontem nas urnas, a prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), fez as malas hoje de manhã e, ao lado do marido Luís Favre, deixou a capital paulista para recarregar as energias. Os dois colocaram as malas no carro e deixaram a residência, na Rua Dinamarca, no Jardim Europa, por volta das 12 horas. O destino: Campos do Jordão, no Vale do Paraíba, a cerca de 170 quilômetros de São Paulo.Marta e Favre devem passar pelo menos dois dias em Campos, hospedados na casa de amigos de longa data: o empresário Ivo Rosset, da Valisère, e sua mulher, Eleonora Mendes Caldeira. A prefeita deve voltar a São Paulo na quarta-feira, após o feriado prolongado, para retomar suas atividades no Palácio do Anhangabaú.O destino escolhido por Marta é o mesmo escolhido pelo ex-prefeito Paulo Maluf (PP), que ontem votou logo cedo e também partiu para Campos do Jordão.Rosset e Eleonora são amigos íntimos de Marta. O casal foi padrinho de casamento de Marta e Favre em setembro do ano passado. O casal Rosset também organizou, na residência deles em São Paulo, um jantar pró-Marta durante a campanha à Prefeitura. Na ocasião, o encontro reuniu cerca de 300 convidados ilustres, entre eles Abílio Diniz, presidente do Grupo Pão de Açúcar, Eugênio Staub, da Gradiente, Moise Safra, do Banco Safra, Benjamin Steinbruch, da CSN, e o ministro da Fazenda, Antônio Palocci.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.