Marta sanciona lei que proíbe uso do amianto

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), sancionou hoje a lei que proíbe o uso do amianto na construção civil na cidade de São Paulo. A decisão foi tomada após Marta ter ouvido, durante esta semana, representantes de grupos a favor e contra a utilização da fibra mineral. O projeto que proíbe a utilização de materiais, elementos construtivos e equipamentos constituídos por amianto na construção civil é de autoria do vereador Antônio Goulart (PMDB) e foi aprovado, há cerca de um mês, na Câmara Municipal. A prefeita tem agora 120 dias para regulamentar a lei.A preocupação do uso do amianto, fibra mineral reconhecidamente cancerígena para seres humanos, em novas construções na cidade, foi um dos argumentos que fez com que a prefeita decidisse pelo sancionamento da lei. "Tomo essa decisão em consideração à população de São Paulo e em consonância com a vontade dos representantes da Câmara Municipal. Como prefeita, não posso permitir que a saúde do paulistano fique sob ameaça de um produto que tantos efeitos nocivos já provocou. Tenho obrigação de zelar pelo bem-estar e pela qualidade de vida da população", afirmou Marta em nota à imprensa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.