Marta quer parceria com Academia Paulistana de Letras

Candidata do PT foi alertada sobre a necessidade de um apoio governamental para recuperação do prédio

RICARDO BRANDT, Agencia Estado

21 de agosto de 2008 | 20h45

A candidata Marta Suplicy (PT) prometeu nesta quinta-feira, 21, uma parceria com a Academia Paulistana de Letras (APL) para, se eleita, recuperar as instalações da sede da entidade e para o uso da biblioteca por alunos da rede municipal de ensino. Em visita ao prédio da APL, no Largo do Arouche, a candidata da coligação "Uma Nova Atitude para São Paulo" (PT-PCdoB-PDT-PTN-PRB-PSB) viu o abandono em que está o prédio por falta de recursos. Veja também:Você vai acompanhar o horário eleitoral para definir seu candidato ?  Veja a íntegra da última pesquisa  Multimídia: Perfil dos candidatos  Guia tira dúvidas do eleitor  Acompanhada do presidente da entidade, José Renato Nalini, a petista conheceu o auditório onde o teto desabou há mais de um ano. Citando a também imortal Lygia Fagundes Telles, Nalini brincou: "Somos imortais porque não temos onde cair mortos". O prédio não tem ajuda do Estado e recebe poucas doações.Marta foi alertada sobre a necessidade de um apoio governamental para recuperação do prédio e prometeu parceria. Diante de 15 dos 40 imortais da academia paulistana, ela sugeriu que a biblioteca do local fosse aberta às escolas municipais do centro para consolidar a parceria com a Prefeitura. A ex-prefeita ainda visitou o Jardim dos Escritores, no Largo do Arouche, no centro da capital paulista.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesSPSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.