Marta pede instalação de três CPIs

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), rebateu declarações do presidente Fernando Henrique Cardoso e disse que "ficou indignada? com a fala do presidente, comparando a situação da CPI da Corrupção com a da CPI do Lixo, que vem sendo postergada, em São Paulo. Em resposta a FHC, Marta assinou termo exigindo a instalação imediata de três CPIs, uma em esfera municipal, uma estadual e uma federal."Por causa disso (da declaração de Fernando Henrique), para dizer exatamente a posição do PT e a minha pessoal?, disse a prefeita, ?eu assino este documento pedindo que seja instalada a CPI do Lixo imediatamente em São Paulo, que seja imediatamente instalada a CPI da Habitação na Assembléia Legislativa e que seja instalada imediatamente a CPI da Corrupção no Congresso Nacional", disse Marta, em entrevista coletiva.A prefeita entregou o documento em que propõe a instalação das CPIs ao líder do governo na Câmara, José Mentor, para que ele recolha a assinatura dos vereadores a favor das três CPIs que, segundo Marta, "podem estabelecer a ética no País". Marta afirmou que a declaração de Fernando Henrique foi feita "ou por desinformação ou por má-fé". "A CPI do Lixo em São Paulo não depende de mim e sim do Legislativo. Mas tem meu total apoio", declarou. Marta disse que vinculou, no documento, a criação das três CPIs porque não é ?boba". "Tem que assinar as três. Eu quero ver a boa vontade do PSDB em assinar as três CPIs", disse ela.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.