Marta participa de show da CUT

A prefeita Marta Suplicy (PT) participou, em São Miguel Paulista, zona Leste de São Paulo, de um show promovido pela Central Única dos Trabalhadores (CUT), em comemoração ao Dia do Trabalho. Ela subiu ao palco, onde ficou por apenas três minutos. Falando à platéia, Marta criticou a política econômica do governo. "Fico pensando no desemprego em São Paulo causado por essa política econômica", disse. "A Prefeitura está fazendo a sua parte, com programas como o Renda Mínima e o Bolsa Escola." Pouco depois, a prefeita afirmou aos jornalistas que, em 1994, o trabalhador desempregado levava cerca de 16 semanas para arrumar novo emprego. Hoje, segundo ela, são 32 semanas. Também em 94, havia 826 mil desempragados em São Paulo, ante 1,4 milhão atualmente. "A situação nunca foi tão ruim para o trabalhador, graças à politica econômica de FHC." A produção do show criticou o governo do Estado, pois não havia policiais militares no local. Jovens presentes na platéia pediam a Marta aos gritos a presença do cantor Supla, seu filho, que não estava ali.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.