Marta não revela quanto destinará para construção dos CEUs da Saúde

A prefeita de São Paulo e candidata pelo PT à reeleição, Marta Suplicy (PT), reafirmou a promessa feita ontem durante o horário eleitoral gratuito, que pretende entregar dez ?CEUs da Saúde? no primeiro ano de um eventual segundo mandato. "Vamos reformar 30 prédios e transformá-los em CEUs da Saúde e construir outros dez novos", disse. "Mas no ano que vem não sei se serão dez novos ou dez novos e algumas reformas", observou. Cada novo CEU da saúde deverá custar, segundo ela, R$ 10 milhões. Ao ser perguntada a respeito do montante de recursos que estaria destinando para os CEUs da Saúde em 2005, respondeu: "Quando for publicado o orçamento do ano que vem, que será antes da eleição (o orçamento será encaminhado à Câmara em 30 de setembro), vocês vão saber." Ela afirmou que todas suas propostas têm ?consistência e recursos". E completou: "Nós acreditamos na nossa possibilidade firme de reeleição e, então estamos propondo ações que podem ser realizadas, já que a população vai evidentemente cobrar." Ela justificou que a concorrência para a licitação de lixo da prefeitura foi anulada porque a comissão especial de licitação considerou que há brechas que poderiam ser contestadas. "Acharam melhor refazer e demorar mais uns dez dias do que ter tudo contestado", afirmou Marta, que como prefeita visitou na tarde desta quinta-feira a Central de Triagem de Coleta Seletiva da Vila Maria, na zona norte. Marta lembrou que os atuais contratos vencem em outubro. "E nós temos de fazer isso de maneira bem feita. Então, vamos tentar fazer o melhor." Ela ressaltou que apesar de anulada a licitação está de acordo com a lei. "Eles (integrantes da comissão) resolveram assim e acho que está bem encaminhado", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.