Marta não representa ideais de origem do PT, diz Erundina

Em entrevista aos jornalistas do Grupo Estado, a candidata da Coligação PSB-PMDB, Luiza Erundina, criticou a atual prefeita e candidata do PT à reeleição, Marta Suplicy afirmando que ela não representa o PT da origem como governo democrático popular porque não discute as prioridades do seu governo em relação a grandes investimentos. "Agora mesmo, no ano eleitoral, ela concentrou todos os investimentos em obras viárias, em regiões já privilegiadas do ponto de vista dos investimentos públicos e da infra-estrutura. A cidade está se questionando se essas obras vão trazer alguma contribuição ou vão até agravar os problemas de tráfego", afirmou Erudina.Segundo ela, a prefeita investe em projetos voltados ao marketing eleitoral, como os CEUs, e deixa de contribuir no combate ao desemprego e outros problemas sociais. "Se ela usasse, por exemplo, a política tributária como fator indutor do crescimento ao invés de ter exaurido a economia da cidade e a capacidade contributiva dos cidadão com tantos tributos, impostos, taxas, contribuições. A meu ver, ela não é petista. Aquele PT que ajudou a reconstruir a democracia do País, ajudou no processo constituinte", comentou a ex-prefeita Erundina.?Marta representa inflexão à direita no PT?Em outra crítica à prefeita Marta Suplicy, Erundina declarou que a administradora petista reproduz o "método malufista" na forma como investe os recursos públicos e no uso de sua função pública. "Quantas vezes ela inaugurou pedaços de obras vistoriando como prefeita. Isso é outra coisa que tem que ser corrigida: ou ela é candidata ou ela é prefeita. E aí, a meu ver estabelece uma grande desigualdade em relação aos outros candidatos".Erundina disse que Marta Suplicy está prejudicando o PT histórico. "Com a prática dela, seu comportamento é, sem dúvida nenhuma, a inflexão à direita, cada vez mais à direita do PT, inclusive no plano nacional"

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.