Marta não comenta pesquisa que indica vitória de Serra

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), recusou-se a comentar, neste sábado, o resultado da pesquisa Datafolha que aponta vantagem do candidato José Serra (PSDB) sobre a petista de 12 pontos porcentuais. Se a eleição fosse hoje, Serra seria eleito prefeito com 52%. Marta teria 40%. Há uma semana, Serra tinha 51%, e Marta, 39%. Segundo o instituto, atualmente 67% dos eleitores acreditam que Serra ganhará a eleição.Em entrevista, Marta acusou Serra de ter dito uma série de "inverdades" durante o debate da TV Bandeirantes. "Ou o candidato Serra desconhece, é mal informado ou não sei... Mas disse várias coisas que não procedem". Ela se referia à afirmação do adversário de que a verba prevista no orçamento do gabinete da prefeita é de R$ 20 milhões. Segundo ela, apenas R$ 1,8 milhão diz respeito às atividades do gabinete. A verba restante é destinada ao carnaval de São Paulo e a revitalização do Centro.A prefeita também contestou as afirmações do tucano sobre a omissão da Prefeitura na construção do metrô, entre outras coisas. "A má fé ou falta de informação do candidato é extremamente grave", insistiu Marta.Ela admitiu que errou o porcentual de reajuste do Rodoanel, durante o debate. Na ocasião, a prefeita disse que o aumento foi de 200% ou 300%. Na realidade foi de 70%. Mas, insistiu que o aumento era "infinitamente maior do que o aditamento da construção do túnel da Rebouças".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.