Marta lidera disputa em SP com 38% dos votos, diz Datafolha

Alckmin está logo atrás, com 31%; em terceiro, Kassab aparece com 13%, 18 pontos atrás do ex-governador

da Redação,

05 de julho de 2008 | 18h06

A ex-ministra e ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy (PT) aparece na liderança da disputa à Prefeitura de São Paulo nas eleições deste ano. Segundo pesquisa Datafolha publicada na edição deste domingo, 6, no jornal Folha de S. Paulo, Marta tem 38% das intenções de voto. O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) está logo atrás, com 31%. Em terceiro está o atual prefeito Gilberto Kassab (DEM), com 13% das preferências, e 18 pontos atrás de Alckmin.   Veja também: Candidatos à Prefeitura de SP fazem campanha neste domingo Calendário eleitoral Pesquisa Ibope mostra as intenções de voto na disputa em SP   O deputado e ex-prefeito Paulo Maluf (PP) vem em quarto, com 8%; Soninha (PPS) tem apenas 1% das preferências. Brancos somam 5% e os que responderam não saber em quem votar chegam a 3%. A margem de erro é de três pontos porcentuais para mais ou para menos. O Datafolha ouviu 1.085 moradores de São Paulo entre os dias 3 e 4 de julho. A pesquisa foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo em 1º de julho sob o número 01000108-SPPE.   Num eventual segundo turno entre Marta e Alckmin, os dois aparecem tecnicamente empatados, ainda segundo levantamento Datafolha. O ex-governador teria 50% das intenções de voto, e a ex-ministra, 45%. Com relação à pesquisa anterior, em 15 de maio, caiu de dez para cinco pontos porcentuais a diferença entre os dois. Antes, Alckmin registrava 52% e Marta, 42%.   A disputa no Rio de Janeiro traz o senador Marcelo Crivella (PRB) na liderança, com 26% das intenções de voto, segundo o Datafolha. Em segundo lugar, Jandira Feghali (PCdoB) aparece com 17%. Tecnicamente empatados em terceiro lugar, Solange Amaral (DEM) tem 10%; Eduardo Paes (PMDB), 9%; e Fernando Gabeira (PV), 7%.    

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.