Marta é vaiada no encerramento da corrida contra o câncer

A prefeita de São Paulo Marta Suplicy, do PT, foi vaiada hoje durante a entrega da premiação da Corrida e Caminhada contra o Câncer de Mama, que percorreu 10 quilômetros nos arredores do Parque do Ibirapuera na manhã deste domingo. A prefeita, que chegou ao Parque por volta das 10 hoeras, foi vaiada pelo público quando entregava o prêmio para a primeira colocada da prova. Em seu discurso, Marta limitou-se a convidar a população a acompanhar o Ato pela Paz marcado para as 12 horas também no Parque do Ibirapuera. A prova foi vencida pela paraibana Edinalva Laureano da Silva, líder noi ranking brasileiro de Corrida de Rua com percurso de 10 km. Ela completou a prova em 34 minutos e 42 segundos. O segundo lugar coube à velocista Marcia Nerlochi (35min05s), vencedora da Volta da Pampulha, em Belo Horizonte. As corredoras receberam, respectivamente, R$ 10 mil e R$ 5mil por sua colocações. A prova foi organizada pela Prefeitura de São Paulo. A Corrida, que saiu às 9 horas do portào do parque do Ibirapuera, reuniu 5 mil pessoas, entre elas maratonistas consagradas, como Maria Zeferina Baldaia, vencedora da São Silvestre em 2001, mas que ficou somente em oitavo lugar neste domingo. Maria Zeferina justificou o seu fraco desempenho com os pesados treinamentos que tem se submetido por conta dos Jogos Pan-Americanos. Alguns dos participantes da prova aproveitaram para protestar contra a guerra do Iraque com faixas e placas pedindo a saída de George W. Bush da presidência dos Estados Unidos. Para incentivar o público a permanecer no Parque até o meio dia quando o ministro da Cultura Gilberto Gil apresenta um show em protesto contra a guerra, a prefeitura organizou uma manhã de autógrafos com artistas globais. Os ex-participantes do Big Brother Sabrina e Alan e o ator Erick Marmo, um dos galãs da novela Mulheres Apaixonadas foram alguns dos convidados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.