Marta é barrada em colégio da zona Norte de SP

A prefeita de São Paulo e candidata à reeleição pelo PT, Marta Suplicy, foi barrada na manhã deste domingo na entrada da Escola Estadual Deputado Luiz Sérgio Claudino dos Santos, na Vila Brasilândia, zona Norte de São Paulo. A diretora do colégio, que não quis se identificar, fechou a porta, alegando que a petista não poderia entrar no local. Marta rebateu o argumento, afirmando que como candidata poderia entrar na escola. "Ela (diretora) foi mal educada, mas eu não quis criar confusão", disse a prefeita aos jornalistas na saída do colégio.O incidente ocorreu na segunda escola que a candidata visitava na zona norte. Após o episódio, o PT incluiu em sua agenda neste domingo visita a mais um colégio eleitoral da zona norte, também na Brasilândia. Com a alteração, Marta visitará ao todo três escolas na região, ao invés de duas previstas inicialmente. A candidata já esteve na escola estadual Gustavo Barroso, no Jaçanã, antes de visitar a Escola Estadual Deputado Luiz Sérgio Claudino dos Santos.No terceiro colégio que visitou, a Escola Estadual Galdino Chagas, também na Vila Brasilândia, também houve confusão e empurra-empurra na entrada. Um funcionário da Justiça Eleitoral tentou impedir a entrada da petista, alegando que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) havia telefonado poucos minutos antes informando que a entrada da candidata não estava autorizada. "Que TRE que nada!", gritou o deputado Nivaldo Santana (PC do PB), abrindo caminho para o ingresso de Marta na escola. Do lado de fora, apesar da confusão, militantes do partido e simpatizantes da candidatura da petista gritavam o nome da prefeita e faziam coro "Fica! Fica!".FaixasDurante trajeto pela zona Norte, Marta se deparou com pelo menos duas faixas afixadas em postes com críticas à sua administração. As duas mensagens estavam colocadas na Avenida Coronel Sezefredo Fagundes, no Jaçanã. Uma delas, trazia os dizeres "Basta de Martaxa" e a outra, "Vamos dar o troco, taxa nela!".AgendaDepois do périplo por essa região, a candidata segue de helicóptero para a zona Leste, onde visitará uma escola no Jardim Santo André, região de São Mateus. Na seqüência, seguirá, também de helicóptero, para o Jardim Maria Sampaio, no Campo Limpo, zona Sul.Depois das visitas às escolas da capital paulista, Marta irá para sua residência, no Jardim Europa, onde almoçará em família. O horário de votação de Marta, no colégio Madre Alix, não foi informado, mas a previsão é que ela se dirija à sua seção eleitoral por volta das 16h. Ela acompanhará o resultado da apuração em sua casa, segundo informação de assessores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.