Marta diz que vai ter de ''criar casca de jacaré''

Candidata do PT considera inevitável que ataques dos adversários fiquem cada vez mais agressivos

Niza Souza, O Estadao de S.Paulo

15 de setembro de 2008 | 00h00

"A gente tem de se preparar e criar casca de jacaré, porque a turma vai bater." Assim a candidata do PT, Marta Suplicy, reagiu à mudança de tom da campanha do tucano Geraldo Alckmin, que está mais agressiva nos últimos dias. "Eu não escutei (as novas propagandas de Alckmin), mas provavelmente todos vão aumentar a crítica, porque quem está em primeiro lugar os outros querem tirar. Nós estamos consolidados, tranqüilos."A petista participou ontem à tarde de uma missa de vaqueiros, no Centro de Tradições Nordestinas (CTN), na zona norte de São Paulo. E aproveitou para fazer alguns pedidos a Padre Cícero e Frei Damião. Um deles ela revelou: ganhar a eleição. O outro Marta disse considerar mais difícil: "Só eu e ele sabemos."É a segunda vez em pouco mais de um mês que a candidata petista faz campanha no CTN. "Chega a quase 4 milhões o número de nordestinos nesta cidade. O nordestino em São Paulo usa muito os serviços públicos. Tudo que a gente melhorar para a população que usa o serviço público vai afetar o nordestino", defendeu.ARTESANATOA candidata revelou ainda um "sonho secreto": transformar a Casa das Retortas, na zona leste, perto do Palácio das Indústrias, num grande centro de exposição de artesanato nordestino. "A idéia é tornar o local um centro exportador, que permita a desburocratização do artesanato do Nordeste. Para que possa ser vendido lá fora rapidamente."Marta foi recebida pelo presidente do CTN, José de Abreu. Visitaram a igreja, as imagens de Padre Cícero e Frei Damião e depois participaram da missa, celebrada pelo padre Paulo.Mas quem roubou a cena durante a celebração foi o candidato a vice de Marta, deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP), nordestino de Alagoas. Ele levou seu cavalo, Zabumba, para receber a bênção.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.