Marta desafia Alckmin a integrar Bilhete Único ao Metrô

A prefeita de São Paulo e candidata do PT à reeleição, Marta Suplicy, desafiou hoje o governador Geraldo Alckmin a implantar até o final do ano a integração do Bilhete Único ao Metrô. Segundo ela, a execução da proposta depende somente da vontade política do governo do Estado. ?O que o impede de implantar? Por que não tem esse compromisso? É porque posso ser reeleita?, questionou, ao discursar durante encontro com aposentados e sindicalistas da CUT, no centro da cidade.Marta atacou o governador que, até o momento, vinha sendo poupado pela candidata. Ela chegou até mesmo a citar no horário eleitoral o bom relacionamento que mantinha com Alckmin. A partir daí a parceria com o governador passou a ser objeto de disputa entre Marta e seu adversário José Serra (PSDB). A campanha tucana, porém, acabou logo com qualquer dúvida. Alckmin disse com todas as letras, na propaganda eleitoral, que seu parceiro é Serra.Desde a última quinta-feira, a candidata petista vem adotando o mesmo discurso agressivo da campanha eleitoral de 1998, quando disputou o governo do Estado. Naquela campanha, o principal alvo de Marta era Paulo Maluf. Durante um debate, ela subiu o tom de voz vários decibéis para repetir várias vezes: "Maluf, você é nefasto." A estratégia levou Marta a crescer nas pesquisas de intenção de voto e ela chegou a ameaçar o ida do candidato à reeleição, o governador Mário Covas (PSDB), para o segundo turno. Covas derrotou Maluf e venceu a eleição. Marta ficou fora do segundo turno, mas terminou o embate na terceira colocação, um lugar que a ajudou a pavimentar a sua primeira candidatura à Prefeitura de São Paulo dentro do PT e junto aos paulistanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.