Marta defende cassações no Senado

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), disse acreditar que se os senadores José Roberto Arruda (PSDB) e Antonio Carlos Magalhães (PFL) não forem cassados, a imagem do Senado ficará em estado "irrecuperável". "Se o Senado não fizer as cassações devidas (Arruda e ACM), será um escândalo de proporções incomensuráveis e irrecuperável para a idoneidade do Senado", afirmou. A prefeita afirmou ainda que as atitudes de ACM e Arruda, ambos envolvidos no esquema de violação do painel eletrônico do Senado, não podem ser aceitas. "Não tem escapatória para o que foi feito. Não se aceita isso no serviço público, ou como postura de um político".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.