Marta defende candidatura de Dilma na Baixada Santista

Acompanhada de políticos da Baixada Santista e de dezenas de militantes petistas, a candidata ao Senado, Marta Suplicy (PT), caminhou na tarde de hoje pela principal avenida de Praia Grande (SP), e defendeu a candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República.

REJANE LIMA, Agência Estado

28 Julho 2010 | 18h43

"O nome do Lula mudou e agora é Dilma", disse a candidata, em cima de um pequeno carro de som, acompanhada dos deputados estaduais Fausto Figueira (PT), candidato à reeleição, e Maria Lucia Prandi (PT), que agora disputa uma vaga na Câmara Federal. Como previsto, o candidato ao Governo do Estado pelo seu partido, Aloizio Mercadante, não compareceu ao evento.

Em discurso, a petista disse que recebeu reclamações a respeito da má qualidade da saúde no município, área que, junto com a Educação e o Transporte, definiu como prioritária para o desenvolvimento da região. "Como senadora vou ajudar a Dilma e conseguir recursos para o Estado de São Paulo nessas áreas", disse a ex-prefeita de São Paulo.

Ela também defendeu a implantação e um "bilhete único" interligando toda a Baixada Santista e os diferentes tipos de transporte como barco e ônibus. Após cumprir agenda em São Vicente, Marta destacou que viu avanços na favela México 70 conquistados por causa de investimentos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.