Marta dará 3,26% de aumento a funcionalismo

A prefeitura de São Paulo pagará o aumento de 3,26% aos servidores municipais. O aumento será concedido no salário de janeiro e retroativo a novembro e dezembro do ano passado. A decisão foi tomada pela prefeita Marta Suplicy (PT) após reunião com representantes do Sindicato dos Servidores Municipais e a secretária municipal da Administração, Helena Kerr do Amaral, nesta terça-feira, no Palácio das Indústrias.O aumento havia sido autorizado pelo ex-prefeito Celso Pitta (PTN), mas ainda não foi pago. Segundo a secretária, após o aumento, a folha de pagamento dos 155 mil funcionários da prefeitura, entre ativos e inativos, será de R$ 260 milhões. As diferenças retroativas devem ser pagas em três parcelas, de R$ 7 milhões cada.No encontro, ficou acertado que a prefeita deve enviar um projeto de lei para a Câmara Municipal que instituirá uma política salarial para o funcionalismo, como a criação de uma data-base para a categoria. "Estamos iniciando uma política permanente para que se se tenha um contrato coletivo de trabalho no setor público", completou a secretária.Na semana passada, a prefeita informou que, além dos 3,26%, a prefeitura irá estudar um outro aumento para o funcionalismo, para compensar as perdas salariais acumuladas nas gestões dos ex-prefeitos Paulo Maluf (PPB) e Celso Pitta (PTN).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.