Marta critica Canadá em almoço

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), criticou hoje a postura do Canadá de boicote à carne brasileira. As críticas foram feitas durante um almoço oferecido à ela, pela Câmara do Comércio França-Brasil , no hotel Sheraton Mofarrej em que estavam presentes o presidente da Câmara de Comércio Brasil-Canadá, Jean-Michel Roy e empresários franceses e canadenses. Ela disse que sua administração irá se posicionar de maneira critica contra as regras e normas que vem sendo estabelecidas pelos países desenvolvidos e impostas aos demais países por intermédio de instituições como a Organização Mundial de Comércio (OMC). "Refiro-me à posição irresponsável do governo canadense ao embargar, sem nenhum estudo prévio, a importação de carne brasileira", disse a prefeita. Marta abriu seu discurso dizendo estar satisfeita em saber da presença dos canadenses no evento, " cujo prato principal foi nada menos que carne brasileira", disse ela, com ironia. No almoço foi servido escalope de filé Três Mosqueteiros. Marta afirmou ainda que não se deve aceitar as normas de países ricos em virtude de uma guerra comercial decorrente da globalização. Ela criticou a formação da Área de Livre Comércio das Américas (ALCA) por ser baseada nos "interesses comerciais, produtivos e financeiros dos mais poderosos". Ela acredita que a participação do Brasil na ALCA tende a ampliar os desequilíbrios das contas externas e a agravar o cenário de exclusão social.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.