Marta combina arrogância com desconhecimento, rebate Serra

O candidato do PSDB à Prefeitura e São Paulo, José Serra, elevou hoje o tom das críticas à prefeita, Marta Suplicy (PT), candidata à reeleição, afirmando que ela combina arrogância com desconhecimento. "É o estilo da Marta, o estilo que toda São Paulo conhece, que combina arrogância com desconhecimento", acusou Serra, ao responder às críticas de Marta às suas propostas para a área da saúde. Na manhã de hoje, a prefeita considerou as propostas de Serra um ?vexame?. Ela acusou o tucano de plagiar seus programas e disse que a postura do candidato revela má-fé ou ignorância.Além de acusar a adversária, Serra disse que o PT deveria falar sério quando se trata de um assunto importante como a saúde. "De novo, estão tratando a Saúde como objeto de marketing, com maquetes montadas por publicitários. O atraso na saúde em São Paulo é injustificável", afirmou.Serra disse que a adversária do PT deveria fazer a mesma coisa, ou seja, caminhar livremente pelas ruas e ouvir as reivindicações da população. "Se ela (Marta) estivesse fazendo isso, saberia qual é a realidade das coisas e não proporia maquetes para resolver problemas da saúde, no melhor estilo do Fura-fila."Serra respondeu aos ataques que Marta fez ao projeto do tucano denominado "Mãe Paulistana". Segundo ele, quando era ministro da Saúde, criou o Programa de Humanização do Parto, incluindo a realização de seis exames pré-natal e um pós-parto. "A prefeita está confundindo quando fala em sete exames. Não sabe que são seis pré-natal e um depois que a criança nasce. Ela fala de um assunto que não entende, orientada por marqueteiros, e é até surpreendente que não saiba, porque é mulher", ironizou.José Serra disse que a prefeitura não está aproveitando os recursos do Programa de Humanização do Parto. Segundo ele, a média anual de nascimentos na Capital está na ordem de 190 mil crianças e, no ano passado, a prefeitura cadastrou menos de 10% deste total. "Fala-se em perdas de cerca de R$ 3 milhões ao ano pelo mau aproveitamento desta política."Serra acusou, ainda, a prefeita de pegar "emprestado" dos vereadores do PSDB a Lei do Passe Gestante. Ele disse que Marta relutou por cerca de um ano para colocar a lei em vigor e, agora, vem querer dizer que o projeto é de sua administração. "Acabei de mostrar de quem é a ignorância",afirmou. Serra caminhou hoje pelas ruas dos bairros do Jardim Ângela, Jardim São Luiz e Favela Maracanã, na zona Sul da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.