Marta classifica gestão de Kassab como medíocre

Em encontro com juventude petista, candidata reforça polarização [br]com prefeito e acusa atual administração de não ter ?ousadia?

Clarissa Oliveira, O Estadao de S.Paulo

10 de setembro de 2008 | 00h00

A apenas dois dias de mais um debate na televisão, a petista Marta Suplicy deixou claro ontem que continuará polarizando a disputa com o prefeito Gilberto Kassab (DEM). Ao participar à noite de um encontro com a juventude petista, Marta centrou fogo na gestão atual, que classificou como medíocre. "Não tem visão nessa administração. Não tem capacidade de perceber o novo. Não tem ousadia. É de uma mediocridade a toda prova", disse Marta. Ela atacou até o programa Cidade Limpa, que ela mesma promete manter se eleita. "Cidade Limpa é bom e eu gosto. E nós vamos continuar. Agora quem é prefeito de São Paulo tem que ter uma cabeça muito mais para frente", afirmou, acrescentando que o programa por si só não representa uma medida estruturante da atual administração. As falas condizem com a expectativa de petistas para o debate de amanhã, na TV Bandeirantes. Marta, segundo aliados, tende a comprar a briga com o prefeito e apostar no isolamento do tucano Geraldo Alckmin. A campanha de Kassab reagiu em nota. "Marta está visivelmente nervosa e desequilibrada. A opinião dela sobre a atual gestão não é a mais relevante. A opinião que vale é a do cidadão paulistano, que dá 45% de ótimo e bom para a gestão Kassab, segundo as pesquisas. Pelo menos ela reconhece os méritos do Cidade Limpa, que ela não teve capacidade de fazer."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.