Marta ainda tenta anular eleição de Kassab no TSE

Derrotada pelo prefeito Gilberto Kassab (DEM), a ex-prefeita Marta Suplicy (PT) quer que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) casse o registro da candidatura à reeleição de seu opositor, sob a alegação de que teria utilizado dinheiro público para editar em junho a revista Um Olhar sobre São Paulo, que seria uma propaganda eleitoral.Segundo os advogados de Marta, na confecção da revista foram usados materiais e serviços do poder público municipal. "Trata-se de publicidade que manifestamente foi confeccionada e produzida pelos recorridos, que são agentes públicos", sustentam os advogados.A defesa de Kassab informou, por meio da assessoria de imprensa, que o recurso divulgado pelo TSE é antigo, de agosto, e em primeira instância o caso já foi considerado improcedente. Segundo seus advogados, a defesa vai aguardar uma decisão do tribunal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.