Marta afirma que PT errou ao 'flertar' com Kassab

A senadora Marta Suplicy (PT) criticou a condução das negociações eleitorais de seu partido em São Paulo e voltou a afirmar que a sigla errou ao "flertar" com o PSD do prefeito Gilberto Kassab. Para a ex-prefeita da capital, o PT perdeu o apoio de aliados para os tucanos depois de ter se precipitado ao abrir um diálogo com Kassab, a quem ela considera um adversário.

AE, Agência Estado

28 de fevereiro de 2012 | 16h54

"No processo eleitoral de São Paulo, é preciso reconhecer que erramos. Fomos precipitados", escreveu Marta em sua página no Twitter. "Ficamos flertando com adversário enquanto nossos tradicionais aliados migraram para o lado deles", completou.

A senadora sempre foi uma dura crítica das negociações com Kassab. No início de fevereiro, ela disse que não poderia se comprometer a participar da campanha de Haddad enquanto houvesse negociações entre o PT e o PSD, pois temia "acordar de mãos dadas" com o prefeito paulista.

Depois de meses de negociações, Kassab oficializou seu apoio ao ex-governador José Serra (PSDB), que até a semana passada resistia a entrar na disputa.

Tudo o que sabemos sobre:
ELEIÇÕESMARTAKASSAB

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.