Marrey fortalecerá ação sobre conflitos no Pontal

O promotor Luís Antonio Guimarães Marrey assumiu pela terceira vez a Procuradoria Geral de Justiça do Estado de São Paulo. Caberá a ele novamente chefiar o Ministério Público paulista durante os próximos dois anos e sua primeira ação já está definida. Em entrevista à Rádio Eldorado AM/SP, Marrey declarou que irá fortalecer o grupo especial de atuação e estudos de conflitos agrários na região do Pontal do Paranapanema, no interior de São Paulo. Ao mesmo tempo, declarou que a rápida ratificação dos membros do Ministério Público não influenciou na nomeação dele para o cargo. "Evidentemente que eu fiquei feliz com essa solução, mas eu já havia ganho a eleição e não sei qual foi o mecanismo decisório adotado. Eu já vinha de dois mandatos e, sem nenhuma falsa modéstia, o Ministério Público atuou bem nesse período. Nós fizemos um Ministério Público vibrante, independente e tudo isso pode ter servido de referencial do que significava o nosso trabalho na chefia". O novo procurador geral de Justiça paulista anunciou também que serão feitas mudanças no orçamento participativo, a instalação de núcleos periciais regionais e garantia de plena liberdade de expressão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.