Paulo Liebert/AE - 03.02.2012
Paulo Liebert/AE - 03.02.2012

Marqueteiro João Santana já trabalha com visual de Haddad

Responsável por campanhas de Lula e Dilma, publicitário atua na imagem do ex-ministro; para petistas, desafio será a timidez do pré-candidato

Fernando Gallo, de O Estado de S. Paulo

13 de fevereiro de 2012 | 22h55

O publicitário João Santana, responsável pela campanha presidencial de Dilma Rousseff em 2010, já procura um imóvel em São Paulo para instalar o quartel-general de onde comandará a publicidade da campanha do ex-ministro Fernando Haddad à Prefeitura paulistana.

 

Antes disso, porém, o marqueteiro já deu palpites ao ex-ministro sobre seu visual. Há uma semana, os dois se encontraram e Santana disse ao pré-candidato que Haddad não saiu bem em fotos publicadas recentemente pela imprensa.

 

Nos bastidores, petistas próximos do ex-ministro avaliam que o trabalho para construir a imagem de candidato terá como desafio a timidez de Haddad. Segundo eles, o ex-ministro manifesta essa característica não só em atos públicos, mas até em reuniões internas do partido.

 

Santana deve desembarcar em solo paulistano logo após o carnaval, ainda antes do fim de fevereiro, mas um funcionário seu já está à disposição do núcleo haddadista.

 

Cronograma. O marqueteiro se reuniu há uma semana com Haddad e colaboradores próximos, quando foi fechado o cronograma do desembarque e definidas as tarefas da pré-campanha. Segundo um petista que acompanha as negociações, o marqueteiro ainda não apresentou o orçamento do trabalho, que se estenderá pelo menos até outubro.

 

Entre as primeiras missões do marqueteiro estão a participação na montagem da estratégia de campanha e a construção da imagem de Haddad ao eleitorado. Para tanto, após ser apresentado aos primeiros esboços do programa de governo petista, Santana fará estudos de imagem e pesquisas qualitativas e quantitativas, que vão nortear a construção da figura do candidato.

 

Pesquisas feitas em 2011 pelo PT e por institutos de opinião também serão utilizadas pela equipe de marketing e pela direção partidária para traçar a estratégia de comunicação. Entre as sondagens lembradas por um aliado de Haddad estão as que mostram a influência que a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva devem ter entre os paulistanos na escolha do candidato e a liderança do PT na preferência partidária do eleitorado.

 

João Santana atua em campanhas do PT desde 2006. Com a publicidade sob seu comando, Lula foi reeleito naquele ano, e Dilma chegou à Presidência em 2010. Em 2008, ele foi o marqueteiro da campanha da hoje senadora Marta Suplicy (PT-SP) à Prefeitura, em que uma das propagandas levantava questões de foro íntimo em relação ao prefeito Gilberto Kassab (PSD). A peça foi criticada e, embora a tenha defendido, Santana admitiu ter cometido um erro de avaliação. Em 2012, tem a chance de se redimir da derrota de quatro anos atrás, possivelmente com Kassab alinhado ao projeto petista.

Tudo o que sabemos sobre:
eleilções 2012joão santanahaddad

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.