Marly Sarney deverá fazer cirurgia em São Paulo amanhã

Dona Marly Sarney, esposa do presidente do Senado, José Sarney, deve deixar São Luís, capital do Maranhão, amanhã cedo, rumo a São Paulo, onde deverá ser operada no hospital Sírio-Libanês para tratar de quatro fraturas no ombro direito, resultado de uma queda ocorrida na quinta-feira. O presidente do Senado acompanhará a esposa na viagem.

MARISA CASTELLANI, Agencia Estado

25 de julho de 2009 | 12h16

Os médicos que a atenderam preferiram que dona Marly permanecesse em São Luís alguns dias após a queda para estabilizar o seu estado de saúde antes de viajar, uma vez que ela sofre de diabetes e pressão alta. Segundo a assessoria de imprensa do presidente do Senado, a partida de São Luís deverá acontecer entre 8 horas e 9 horas de amanhã.

Tudo o que sabemos sobre:
SenadoSarneyMarly Sarney

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.