Marisa Serrano refuta hipótese de crise interna no PSDB

A vice-presidente da Executiva Nacional do PSDB, senadora Marisa Serrano (MS), afirmou hoje, em nota à imprensa, que discorda de declarações recentes de dirigentes regionais do partido sobre disputa entre tucanos mineiros e paulistas e afirma que "esse tipo de atitude não contribui em nada para o fortalecimento e a unidade do partido". Conforme noticiado hoje pelo jornal O Estado de S. Paulo, "a disputa de poder entre tucanos de São Paulo e de Minas Gerais ganhou contornos de batalha ostensiva".

AE, Agência Estado

25 de novembro de 2010 | 19h45

No comunicado distribuído hoje, a senadora afirmou que as declarações expõem "uma crise interna que, na verdade, não existe". "O PSDB Nacional concorda que neste momento é prematura a discussão de nomes para concorrer à Presidência da República em 2014. Temos excelentes quadros em várias partes do País e vamos trabalhar para fortalecer e conquistar nossas bases eleitorais em todo o Brasil. O momento é de convergência de ideias e de consenso em torno da formulação de projetos para atuarmos como uma oposição eficaz, vigorosa e construtiva", afirma ela, no texto.

Tudo o que sabemos sobre:
PSDBcriseMGSPMarisa Serrano

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.