Marina volta a dizer que Feliciano é criticado por ser evangélico

Ex-senadora critica condução do debate sobre deputado: 'não devemos combater preconceito com outro preconceito'

Angela Lacerda - O Estado de S.Paulo

15 de maio de 2013 | 14h46

RECIFE - A ex-senadora Marina Silva afirmou nesta quinta-feira, 15, em entrevista à Rádio Jornal, que o pastor e deputado federal (PSC-SP) Marcos Feliciano, presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara Federal, deve ser criticado pelas suas posições políticas e por sua falta de preparo, mas não por ser evangélico.

 

"É um erro criticar Feliciano por ser evangélico, não devemos combater preconceito com outro preconceito", afirmou, ao defender que as críticas devem ser feitas pelas ações e atitudes das pessoas, "não porque se é ateu, evangélico, católico, espírita, judeu". "Não devemos fazer esse debate dessa forma", reiterou, exemplificando com ela própria, também evangélica: "O despreparo da Marina é porque ela está despreparada e não porque é evangélica".

 

Marina já havia falado sobre o assunto na noite dessa terça-feira, 14, quando falou a estudantes da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap). Ela mostrou seu desagrado com a condução do debate em torno da legalização do aborto e homossexualidade e afirmou que Feliciano estava "sendo hostilizado mais por ser evangélico do que por suas declarações equivocadas".

 

Marina defendeu que não se deve misturar religião e política. Lembrou que o Estado laico é uma conquista e que as pessoas devem ser respeitadas independentemente da sua crença.

 

A manifestação da ex-senadora rendeu críticas a ela nas redes sociais. Sua assessoria as declarações foram tiradas de contexto e que a ex-senadora repetiu críticas que costuma fazer ao deputado. Marina já havia dito que Feliciano não tem legitimidade para comandar o colegiado por não ter um histórico de luta pelos direitos humanos. O deputado é criticado por militantes em razão de declarações consideradas homofóbicas e racistas.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
felicianomarina silva

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.