Márcio Fernandes/Estadão
Márcio Fernandes/Estadão

Marina: união entre pessoas do mesmo sexo é assegurada

"Eu sou a favor dos direitos civis de todas as pessoas, e a união civil entre pessoas do mesmo sexo já está assegurada na Justiça por uma decisão do STF", disse a candidata

WLADIMIR DANDRADE, Estadão Conteúdo

01 Setembro 2014 | 17h18

A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, disse que a união civil entre pessoas dos mesmo sexo já é contemplada pelas leis brasileiras, que asseguram todos os direitos civis a pessoas que se encontram nesta situação. "Eu sou a favor dos direitos civis de todas as pessoas, e a união civil entre pessoas do mesmo sexo já está assegurada na Justiça por uma decisão do Supremo (Tribunal Federal)", disse a candidata, em uma rápida entrevista na porta de seu prédio, na zona sul de São Paulo.

Marina disse que o tema sofre com confusões entre o que é união estável e união civil entre casais. "A união civil assegura todos os direitos para os casais do mesmo sexo. O casamento está estabelecido entre pessoas de sexo diferentes, conforme a legislação brasileira, mas os direitos são iguais", disse. "O que eu tenho defendido é o direito civil e a união civil de pessoas do mesmo sexo."

Perguntada em seguida se ela é a favor da classificação de crime da discriminação contra homossexuais, Marina disse que as pessoas devem respeitar as diferenças, mas que existe uma dificuldade em definir o que é preconceito na legislação. "Ninguém pode ser a favor, em hipótese alguma, a qualquer tipo e discriminação", disse. "Há uma tênue diferença em estabelecer o que é discriminação, preconceito, em relação ao que é convicção e opinião", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
eleiçõesMarinaunião civil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.