Marina Silva faz apelo a deputados: 'Temer precisa ser julgado'

Rede Sustentabilidade, partido da ex-ministra e ex-senadora, tem quatro parlamentares na Câmara e todos devem votar pela aceitação da denúncia

Caio Rinaldi, O Estado de S.Paulo

01 Agosto 2017 | 20h44

A ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva publicou, nesta terça-feira, 1, um vídeo em seu perfil nas redes sociais para pressionar os deputados federais a votar pelo encaminhamento da denúncia contra o presidente Michel Temer ao Supremo Tribunal Federal. "Temer precisa ser julgado", escreve em seu Facebook. Cabe à Câmara dar ou não o aval para que o STF possa julgar o presidente.

PLACAR Veja como votarão os deputados no plenário

"Na véspera da votação da Câmara dos Deputados do pedido de autorização do Ministério Público para que o presidente Temer seja julgado pelo Supremo, o desejo da sociedade de passar o Brasil a limpo não pode ser ignorado", afirma a ex-candidata à Presidência da República nos pleitos de 2014 e 2010. Todos os deputados da Rede se declararam favoráveis à aceitação da denúncia.

No vídeo, Marina lembra que o governo Temer tem altos índices de reprovação. "94% da população brasileira reprova o governo do presidente Temer. É fundamental que a mobilização da sociedade não seja usada como estratégia por grupos que querem retornar ao poder", argumenta a ex-senadora, que considera "fundamental" o apoio à continuidade da Operação Lava Jato.

Os interesses da sociedade brasileira, diz a fundadora da Rede Sustentabilidade, devem ser levados em conta pelo plenário da Câmara. "Na votação, vamos acompanhar e pressionar os deputados para que eles votem de acordo com os interesses da sociedade brasileira."

Marina conclui a mensagem com o mote da campanha criado pelo grupo de artistas que pedem a aprovação da denúncia: "342 agora". O número é a quantidade de votos necessários para que seja encaminhada ao STF.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.