Marina recomenda a adversários 'choque de realidade'

Em menção indireta ao candidato do PSDB à Presidência da República, José Serra, a candidata do PV, Marina Silva, sugeriu que seus adversários devem se expor mais à realidade da população brasileira. "Se a gente não se cuidar, vamos (sic) viver um mundo da realidade reportada", alfinetou. De manhã, a candidata criticou a propaganda eleitoral do PSDB por exibir uma favela cenográfica no horário eleitoral. "A gente precisa se dispor a esse choque de realidade", recomendou a candidata.

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

18 de agosto de 2010 | 18h43

Marina disse também que seus adversários não podem ignorar que o País enfrenta problemas, apesar da estabilidade econômica. "Não podemos ser complacentes, nós sabemos que a educação e a saúde não estão bem", afirmou. Marina voltou a negar que tenha aumentado o "tom" contra o adversário tucano durante debate promovido pelo jornal Folha de S.Paulo e o portal de notícias UOL.

Apesar de aparecer em terceiro lugar nas intenções de voto, a candidata se mostrou confiante na virada. "Não me rendo às circunstâncias", avisou. Após conversar com doadores de campanha por telefone, Marina disse estar renovada e feliz com as manifestações de apoio. "Isso é o nosso capital inicial, que é um processo de multiplicação de curto, médio e longo prazo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.