'Marina perdeu ao se unir a Campos', diz Humberto Costa

O senador Humberto Costa (PT) afirmou ontem, 7, em entrevista ao radialista Geraldo Freire, da Radio Jornal, no Recife, que embora a aliança do PSB com a Rede Sustentabilidade tenha sido algo "inesperado", pouco altera a candidatura à reeleição da presidente Dilma Rousseff. "Talvez a possibilidade de eleição no primeiro turno seja maior", avaliou.

ANGELA LACERDA, Agência Estado

08 de outubro de 2013 | 10h48

Para o petista, os perdedores com a aliança são o senador e candidato do PSDB à presidência da República, Aécio Neves, e a própria Marina Silva. Costa explica que o governador Eduardo Campos (PSB) passou de aliado a oposição e, nesta condição, vai disputar com Aécio quem vai fazer contraponto ao governo federal. Embora reconheça que o PSDB é mais forte e estruturado, adianta que Campos não pode ser subestimado, o que atrapalha o projeto do tucano.

Marina Silva, por sua vez, "perdeu muito", ao seu ver, "porque vinha fazendo discurso de implantação de um novo tipo de política e na primeira oportunidade fez um acordo, um conchavo político inclusive com forças que notadamente não são aquelas mais identificadas com uma forma moderna de fazer a política no Brasil".

Sem acreditar em uma transferência de votos de Marina para Eduardo Campos, Humberto Costa assegurou que o PT está "absolutamente tranquilo". E explicou: Dilma, segundo ele, é candidata forte, que vem fazendo um "grande governo" e faz parte de um projeto que mudou o Brasil e também Pernambuco. Destacou que Pernambuco foi bastante beneficiado por investimentos federais, especialmente através de parcerias com Campos.

"Quem tem o que mostrar não tem que ficar preocupado nem nervoso", afirmou, certo de que as "milhões de pessoas" que viram sua vida mudar e passaram a ter salário, emprego, renda e dignidade, "não vão ingressar em nenhuma aventura no Brasil".

Tudo o que sabemos sobre:
eleições 2014MarinaHumberto Costa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.