Marina faz primeira agenda de rua sem Campos

A candidata a vice-presidente na chapa do PSB, Marina Silva, fez nesta quinta-feira, 17, a sua primeira agenda de rua sem o candidato à Presidência Eduardo Campos. Marina caminhou por cerca de uma hora por um calçadão de Santo André, no ABC paulista, e foi abordada por diversas pessoas que achavam que ela seria candidata à Presidência da República.

ISADORA PERON, Agência Estado

17 de julho de 2014 | 21h13

"Vamos ganhar desta vez", disse um transeunte, em referência ao fato de Marina ter ficado em terceiro lugar na corrida presidencial em 2010.

Um homem com um microfone e uma caixa de som acompanhava a ex-ministra e dizia para as pessoas abraçarem a "futura vice-presidente do Brasil". O jingle que traz o nome da dupla no refrão ecoava ao fundo.

Como Marina ainda é mais conhecida que Campos, a estratégia da campanha é apostar em agendas separadas, para otimizar o tempo. A ideia é que a dupla tenha apenas dois ou três compromisso juntos por semana.

"Nós vamos transformar os 80 dias de campanha em 160, porque eu irei para um lado e ele (Campos) irá para o outro", disse Marina após a caminhada.

A ex-ministra minimizou o fato de muita gente ainda achar que ela será candidata a presidente. "Na hora que a gente tiver oportunidade de se apresentar no horário eleitoral, as pessoas vão perceber (que Campos é o cabeça da chapa). Mas hoje muito gente também já disse que vai votar em nós dois. Então é só um problema de fazer essa informação chegar às pessoas", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
ELEIÇÕESMARINA SILVASANTO ANDRÉ

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.