Marina elege Rio para reforçar 'onda verde'

Munidos de pesquisas que mostram Marina Silva (PV) tecnicamente empatada com José Serra (PSDB) no Rio de Janeiro, a campanha verde elegeu o Estado como cenário para os últimos dias da disputa por votos. A agenda fluminense de Marina foi reforçada para explorar seu potencial e usar a TV para expor ao País a imagem de uma candidata popular, aclamada pelo eleitorado e com forças para chegar ao segundo turno.

AE, Agência Estado

28 de setembro de 2010 | 12h00

A candidata, que participou de eventos na capital fluminense no fim de semana, planeja visitar a cidade na quinta-feira e no sábado. Em uma semana, ela cresceu 6 pontos porcentuais no Rio na pesquisa Ibope/Estado/TV Globo (18% contra 19% de Serra e 50% de Dilma). Em um mês, teve alta de 8 pontos porcentuais - Serra ganhou 3 e Dilma perdeu 6.

Os eventos da campanha verde têm atraído admiradores e rendido boas imagens para o noticiário e a propaganda na TV. Para Alfredo Sirkis, presidente do PV no Rio e coordenador da campanha presidencial no Estado, as "cenas de multidão e de adesão", em que Marina aparece rodeada de admiradores, serão o trunfo desta última semana. "A Marina provoca entusiasmo em qualquer lugar, mas, no Rio, a presença dela é altamente mobilizadora", afirma Sirkis.

A candidata diz enxergar no eleitorado fluminense - terceiro maior do País - um "antecipador de tendências nacionais". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.