Marina diz que não tem favorito para eleições em SP

A ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva (sem partido) afirmou nesta quarta que ainda não definiu qual candidato irá apoiar nas eleições para a maior Prefeitura do País, a de São Paulo. Marina, que concorreu à Presidência da República em 2010, sinalizou que pode apoiar o candidato que se comprometer com as questões ambientais "dentro e fora da campanha". "A melhor forma de os candidatos convencerem aqueles que votaram em mim em 2010 é estando comprometidos com a plataforma do desenvolvimento sustentável", disse à Agência Estado.

BEATRIZ BULLA, Agência Estado

18 de abril de 2012 | 19h03

A ex-senadora afirmou que, depois de sua desfiliação do PV, em julho de 2011, não manteve articulações políticas em São Paulo, mas reiterou seu apoio ao ex-candidato pelo PV ao Senado Ricardo Young, que deve disputar em 2012 uma cadeira na Câmara dos Vereadores. Young seguiu Marina em 2011 e também saiu do PV, filiando-se ao PPS no ano passado. Ele deverá se candidatar nas eleições deste ano pelo PPS, que tem Soninha Francine como pré-candidata para a prefeitura. Marina disse que ainda não foi procurada por nenhum dos seis pré-candidatos à prefeitura de São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
eleiçõesSPMarina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.