Marina defende importância de segundo turno

Em encontro com artistas no Rio há pouco, a candidata do PV à Presidência da República Marina Silva destacou a importância da realização de um segundo turno e pediu votos para que a escolha seja entre duas mulheres. Ela criticou a postura de seus dois principais adversários durante a campanha, José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT), e cobrou um debate mais profundo sobre o futuro do país.

BRUNO BOGHOSSIAN, Agência Estado

30 de agosto de 2010 | 22h55

"Tem gente que já está entregando o jogo no primeiro tempo e gente que acha que ganhou o jogo no primeiro tempo. Parece que há uma desistência sobre a escolha de quem deve ser presidente", afirmou, durante evento no Teatro Leblon, na zona sul da cidade.

Apesar de ter elogiado os governos de Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva, Marina disse que há deficiências que precisam ser corrigidas. "Nada avança se não for preservado. Mas sabemos que o que foi feito não é suficiente. Ainda não geramos uma igualdade de oportunidades no Brasil".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.