Marina defende curso técnico focado na economia verde

A base do plano de governo da candidata do PV à Presidência da República, Marina Silva, é a educação integral e a criação de um sistema nacional de educação, com a criação de cursos técnicos com foco para economia verde. A coordenadora do programa de educação, Neca Setubal, disse que a ideia não é reduzir o Ensino Médio ao Ensino Técnico, mas criar oportunidades de aprimoramento voltados ao mercado verde. A campanha do PV rechaça a criação de metas de abertura de vagas na rede pública. "Isso é absolutamente cair no vazio", disse. "Temos de pensar o ensino técnico de uma forma que responda aos desafios de uma economia verde."

DAIENE CARDOSO, Agência Estado

27 Julho 2010 | 14h12

Durante apresentação das diretrizes de seu programa de governo, a segunda versão do que deve ser o programa de governo do PV, Marina falou de propostas que vão desde a criação de uma inspetoria nacional de direitos humanos ao cadastro único dos programas sociais. Segundo a candidata, a ideia não é acabar com o programa Bolsa Família, mas criar uma terceira geração de programas sociais. "Vamos manter as conquistas, corrigir os erros e enfrentar os novos desafios", disse Marina.

Marina destacou como metas a reforma tributária sem aumento de impostos, reforma da previdência, investimento no turismo sustentável, investimento em segurança (policiamento comunitário, penas alternativas, combate à pedofilia, legislação específica antibullying e melhoria dos salários dos policiais). "É impossível ter uma segurança de qualidade com esses salários", afirmou. A candidata propõe reorientar o foco da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) de modo a atualizar as regras dos planos de saúde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.