Marina defende ampliação de UPPs em favelas do Rio

As declarações da candidata foram dadas durante visita ao Morro dos Prazeres, no alto do bairro de Santa Teresa, onde o tráfico é controlado pelo Comando Vermelho (CV)

Marcelo Auler, da Agência Estado

09 Julho 2010 | 12h17

RIO - A candidata do PV à Presidência da República, Marina Silva, defendeu nesta sexta-feira, 9, que as experiências das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), que hoje estão sendo implantadas pontualmente no Rio de Janeiro, sejam difundidas para todas as favelas que estejam dominadas pelo tráfico de drogas. As declarações da candidata foram dadas durante visita ao Morro dos Prazeres, no alto do bairro de Santa Teresa, na capital fluminense, onde o tráfico é controlado pelo Comando Vermelho (CV).

Marina visitou o morro acompanhada de Fernando Gabeira, candidato ao governo do Estado, e inaugurou mais uma "Casa de Marina", comitês eleitorais que estão sendo abertos em casas de eleitores. A desta sexta-feira foi instalada na residência de Flávio Minervino, que se declarou eleitor do PMDB. Para a visita, traficantes foram alertados de que jornalistas circulariam pelo morro, o que fez com que os criminosos se recolhessem.

Mais conteúdo sobre:
eleição Marina Silva segurança UPP Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.