Marina critica adversários por faltarem a debates

Geralmente ponderada e comedida nas avaliações que faz até de assuntos mais polêmicos, a candidata do PV à Presidência da República, Marina Silva, não escondeu hoje a indignação sobre dois assuntos: criticou as decisões dos presidenciáveis José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) de cancelarem presença no que seria o 1º Debate Online Presidenciáveis 2010 e classificou de estelionato ambiental as mudanças aprovadas pela comissão especial que analisa alterações no Código Florestal.

FRANCISCO CARLOS DE ASSIS, Agência Estado

25 Julho 2010 | 16h31

A troca de ideias entre os candidatos estava marcada para segunda-feira e contaria com a cobertura dos portais iG, MSN, Terra e Yahoo. "Mais uma vez tentam colocar o eleitor no anonimato", reclamou Marina. Quando não se tem debates, observou, o eleitor acaba sendo privado do direito de acesso aos programas de governo de cada candidato. "Lamentavelmente, nós estamos vendo aí uma subtração dos debates. Eu quero aqui afirmar a nossa disposição de debater e de achar que o eleitor tem todo o direito de conhecer as propostas. Isso não está acontecendo apenas com as candidaturas oficialmente de oposição e de situação, mas também nos Estados", disse a candidata.

O deputado federal do PV e candidato a governador do Rio de Janeiro, Fernando Gabeira, acrescentou que, no seu Estado, o candidato do PMDB, Sérgio Cabral, também já teria manifestado a decisão de não participar de nenhum debate. "O que coloca o Rio de Janeiro, como está na educação, na lanterna da democracia", alfinetou Gabeira.

Código Florestal

Sobre as mudanças aprovadas pela comissão especial que analisa alterações no Código Florestal, Marina lembrou que elas ainda não passaram no plenário da Câmara nem no Senado. "O que eu posso dizer é que no Senado vai dar um pouquinho de trabalho", afirmou. "E na Câmara também", disse Gabeira. Marina disse esperar que a sociedade brasileira vete agora o projeto. "Eu já falei que isso é um estelionato ambiental."

Marina participou neste domingo de reuniões e sessão de fotos com os candidatos do PV a governador e a senador. No total, o PV lançou os nomes de 11 candidatos a governador. "O PV tem o maior número de candidatos a governador", disse Marina. Entre os presentes, estavam os candidatos a governador de São Paulo, Fábio Feldmann; do Rio de Janeiro, Fernando Gabeira; e do Ceará, Marcelo Silva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.