Marina cresce mais entre presidenciáveis, diz CNT

Após as manifestações de rua que ocorreram nas cidades brasileiras, a presidenciável Marina Silva apresentou o maior crescimento entre os possíveis candidatos nas pesquisas, por ser menos ligada à classe política atual. É o que aponta a pesquisa CNT/MDA divulgada nesta terça-feira, 16.

LAÍS ALEGRETTI E DAIENE CARDOSO, Agência Estado

16 de julho de 2013 | 12h09

Segundo avaliação do presidente da Confederação Nacional dos Transportes, senador Clésio Andrade, o resultado é uma reação do eleitorado aos políticos. "Ela está capitalizando isso na avaliação positiva", disse.

Entre os entrevistados, 53,2% disseram que votariam em Marina Silva em 2014. Dilma Rousseff aparece em segundo, com 51,2% do potencial positivo dos votos, Aécio Neves em terceiro, com 41,3% e Eduardo Campos com 29,9%. Se forem considerados apenas os entrevistados que conhecem os candidatos, Marina Silva aparece ainda mais na frente, com 61% do potencial positivo dos votos. Dilma está em segundo, com 51,8%, Aécio com 51,5% e Eduardo Campos, com 46,4%.

A pesquisa CNT/MDA foi realizada entre 7 E 10 de julho, em 134 municípios brasileiros.

Tudo o que sabemos sobre:
PESQUISACNTDILMAMARINA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.