Marina conseguiu 25% das assinaturas necessárias para novo partido

Balanço oficial divulgado pela Rede nesta terça-feira contabiliza cerca de 130 mil fichas de apoio

Isadora Peron, de O Estado de S. Paulo,

09 Abril 2013 | 16h50

SÃO PAULO - A Rede Sustentabilidade, partido que está sendo criado pela ex-senadora Marina Silva, já recolheu cerca de 25% das assinaturas necessárias para que a sigla saia do papel. O primeiro balanço oficial divulgado nesta terça-feira, 9, registra que o grupo conseguiu 128.334 fichas de apoio desde que a legenda foi lançada, em 16 de fevereiro.

Para que os integrantes da Rede possam disputar a eleição do ano que vem, será preciso recolher mais de 500 mil assinaturas até outubro, data limite para registrar a legenda no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Preocupados com o ritmo da coleta de assinaturas, que vem sendo feita na base do voluntariado, a Rede decidiu profissionalizar o trabalho e, desde o início do mês, começou a dar uma remuneração para que alguns voluntários passassem mais horas por dia nas ruas conseguindo fichas de apoio.

A sigla também intensificou a mobilização na internet. Na semana passada, lançou uma campanha chamada de "Eu sou + 30", que pedia que cada uma das 6,8 mil pessoas que se cadastraram no site coletasse ao menos 30 novas assinaturas para o partido.

O resultado divulgado nesta terça já contabiliza essas duas ações, mas, segundo a Rede, ainda haveria assinaturas que não foram computadas. O objetivo agora é chegar em 300 mil fichas de apoio até o fim de abril e terminar todo o processo de coleta até meados de junho.

"Temos muito trabalho ainda pela frente, mas sabíamos que não seria fácil", afirmou Bazileu Margarido, que faz parte da comissão executiva provisória da sigla.

Mais conteúdo sobre:
Marina SilvaRedeassinaturas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.