Mares Guia: mensalão não respingará no governo

O julgamento sobre abertura de ação penal contra os acusados do caso mensalão pelo Supremo Tribunal Federal (STF) não respingará no governo, avalia o ministro das Relações Institucionais, Walfrido dos Mares Guia. Questionado se uma eventual condenação não cairia no colo do governo, ele afirmou que não haveria razão para isso, pois estão em análise eventuais delitos cometidos por "pessoas, em circunstâncias específicas". Quando um repórter lhe perguntou como o governo estaria acompanhando o julgamento, ele brincou: "Se eu fosse o José Maria Alkmin, diria que o governo acompanha pela televisão", afirmou, em alusão ao vice-presidente da República no governo Castello Branco e ministro da Fazenda no governo de Juscelino Kubitschek. E, ressaltando sua origem mineira, acrescentou: "Justiça não se comenta. Acata-se e, se não estiver satisfeito, recorre-se."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.