Marcos Valério pede habeas-corpus ao STF

Após ter o pedido de habeas-corpus rejeitado pelo Tribunal Regional Federal (TRF) hoje em São Paulo, o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza entrou com pedido de liberdade no Supremo Tribunal Federal (STF). O advogado de Rogério Tolentino, sócio de Valério e que continua detido, também apresentou pedido de habeas-corpus ao Supremo.Valério está preso há 94 dias, réu da Operação Avalanche, investigação da Polícia Federal sobre suposto esquema de desmoralização de dois fiscais da Fazenda estadual que autuaram em R$ 104 milhões o dono de uma cervejaria, amigo do empresário Marcos Valério. Ele é acusado criminalmente por formação de quadrilha, denunciação caluniosa e corrupção ativa.A defesa do empresário pediu a extensão da decisão de ontem do presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, na qual concedeu liberdade a Ildeu da Cunha Pereira Sobrinho e dos policiais federais Antônio Vieira Silva Hadano e Fábio Tadeu dos Santos Gatto. Os três também foram presos na Operação Avalanche.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.