Marconi Perillo quer definição do PSDB

O governador de Goiás, Marconi Perillo, quer uma definição, em março do próximo ano, do nome do candidato do PSDB à sucessão presidencial pelo diretório nacional do partido. Segundo ele, o assunto tem de ser resolvido internamente, sem eleições prévias. ?Tradicionalmente, o PSDB sempre escolheu seus candidatos e dirigentes partidários por acordo. Vai prevalecer o consenso?, afirmou o governador, preferindo não manifestar sua opção. ?Tanto o governador Tasso Jereissati (Ceará) quanto o ministro José Serra (Saúde) são bons candidatos?, disse. Embora já tenha pedido a seus secretários ? que vão disputar as eleições - que devolvam os cargos até 31 de dezembro, o governador defendeu a permanência de José Serra no ministério até abril, prazo final para desincompatibização para os candidatos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.