Beto Barata / AE 06.07.2011
Beto Barata / AE 06.07.2011

Márcio Pochmann: há tempo para discutir candidatura em Campinas

Como argumento, presidente do Ipea disse que cumpre o compromisso que assumiu com a presidente Dilma

Luciana Nunes Leal, de Agência Estado

05 de setembro de 2011 | 19h33

Preferido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para disputar a Prefeitura de Campinas (SP), Márcio Pochmann, o presidente do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), subordinado à Secretaria de Assuntos Estratégicos (SAE), disse que ainda tem "muito tempo" para se discutir o assunto.

"Fiquei lisonjeado com a lembrança do presidente Lula, mas tenho um compromisso com a presidenta Dilma, como ministro Moreira Franco (da SAE). Claro que é uma possibilidade pensar como a gente pode contribuir, mas ainda tem um período longo pela frente", disse o presidente do Ipea, em entrevista, depois de participar de um seminário sobre a crise econômica internacional organizado pelo PSB, no Rio de Janeiro.

Novatos. Depois de liderar, na capital, a campanha pela candidatura do ministro Fernando Haddad (Educação), Lula pretende emplacar o economista Marcio Pochmann em Campinas. No terceiro maior município do Estado, Pochmann ajudaria o PT local a superar um momento delicado.

O apreço do ex-presidente por candidaturas inéditas é reflexo da estratégia de renovação defendida por ele e pelo ex-ministro-chefe da Casa Civil José Dirceu. Esse pensamento norteou o lobby de Lula pelo ministro Fernando Haddad na capital paulista, em disputa com a senadora Marta Suplicy, que perdeu a última eleição municipal para Gilberto Kassab (hoje no PSD).

 

 

Novatos são apostas em outras duas cidades. Em Mogi das Cruzes, o candidato petista deve ser Marco Soares, presidente da OAB local. Em Ribeirão Preto, o partido pretende lançar o juiz aposentado João Agnaldo Donizeti Gandini, que presidiu o processo que acusava o ex-ministro Antonio Palocci de fraudes em licitações quando o petista era prefeito do município.

Mais conteúdo sobre:
Eleições 2012PochmanCampinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.