Marcha de evangélicos atrasa convenção de Marta Suplicy

O congestionamento provocado nas vias da zona norte pela 12ª Marcha para Jesus, que mobiliza um público superior a 700 mil pessoas, reteve no trânsito as principais lideranças petistas esperadas para a convenção municipal que deverá homologar a candidatura à reeleição da prefeita de São Paulo, Marta Suplicy. Com início previsto para às 14 horas, o encontro deveria ter seu ponto alto a partir das 15 horas, com a chegada de Marta, cinco ministros do governo Luiz Inacio Lula da Silva, além de lideranças do partido no Congresso, mas até às 15h45, poucas lideranças, entre as quais o presidente nacional do partido, José Genoino, haviam chegado ao Pavilhão Vermelho do Expo Center Norte, local da convenção. Quanto à prefeita Marta Suplicy, seus assessores informaram que ela participou por alguns momentos da Marcha para Jesus, antes de se dirigir à convenção. Apesar dos congestionamentos, o Pavilhão Vermelho já está lotado de militantes petistas, estimados em 5 mil pelos representantes do partido. A bateria de uma escola de samba se encarrega de animar o ambiente, onde estão instaladas barraquinhas representando os 67 candidatos do partido à vereança, dos quais 16 buscarão a reeleição.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.