Mão Santa quer deixar PMDB para tentar reeleição

A assessoria do senador Mão Santa (PI) confirmou hoje que o parlamentar pretende deixar o PMDB para concorrer à reeleição em 2010 por outra legenda, possivelmente pelo PPS. Segundo a assessoria, Mão Santa justificou a desfiliação do partido dizendo que o diretório estadual do PMDB, no Piauí, não lhe dá garantia de que poderá ser candidato pelo partido ao Senado no próximo ano.

CAROL PIRES, Agencia Estado

20 de agosto de 2009 | 15h43

"Como o senador passou todo o governo fazendo duras críticas ao presidente Lula, e no Piauí o PMDB é aliado ao governador Wellington Dias, que é do PT, é possível que o nome dele não seja escolhido na convenção do partido. O senador quer disputar eleição para o Senado e, se o PMDB não pode lhe dar esta garantia, ele prefere sair", explicou um assessor do parlamentar.

O primeiro partido a convidar Mão Santa foi o PPS. Para não perder o atual mandato, o senador apresentará à Justiça Eleitoral na próxima semana um pedido de desfiliação do PMDB. Para concorrer a senador pelo PPS, Mão Santa precisa estar registrado na legenda até o início de outubro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.