Mantida data de aplicação do Enem

A data de realização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está mantida e a prova será aplicada, no próximo dia 31 de agosto, pela Fundação Cesgranrio. A informação foi divulgada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão do Ministério da Educação encarregado do teste. Uma disputa judicial ameaçava retardar o exame. De acordo com a assessoria de Imprensa do Inep, a escolha da Fundação Cesgranrio para aplicar a prova foi homologada na última sexta-feira. O valor do contrato é de R$ 42,9 milhões. O impasse surgiu porque o consórcio formado pela Fundação Universidade de Brasília (da UnB) e a Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (da Unesp) contestou a escolha da Cesgranrio. O consórcio recorreu à Justiça e obteve, na semana passada, liminar favorável expedida pela 17ª Vara da Justiça Federal em Brasília. A decisão, porém, foi suspensa.O consórcio já aplicou o Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar do Estado de São Paulo (Saresp) e queria que essa experiência fosse considerada pela comissão de licitação, uma vez que contaria pontos na disputa com a Cesgranrio. De acordo com o Inep, porém, o consório apresentou o documento com atraso e a eventual aceitação de comprovantes fora do prazo feriria a Lei de Licitações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.