Mantida condenação do prefeito de Paulínia

O Superior Tribunal de Justiça recusou recurso do prefeito de Paulínia, Edson Moura (PMDB), e manteve sua condenação por improbidade administrativa. A sentença de cassação dos direitos políticos de Moura por 8 anos havia sido reiterada pelo Tribunal de Justiça de São Paulo. A ação foi apresentada pelo Ministério Público Estadual em 1996 e o acusa de usar verba pública na contratação de defesa para interesses particulares. O prefeito nega a acusação e vai recorrer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.