Mantega: Tesouro libera renegociação da dívida do RS

O Tesouro deu sinal verde para a reestruturação de parte da dívida do Rio Grande do Sul, a ser feita por meio de um empréstimo de US$ 1 bilhão do Banco Mundial (Bird). A informação foi dada hoje pelo ministro da Fazenda, Guido Mantega. Segundo ele, a avaliação é de que o governo do Rio Grande do Sul está fazendo ajuste fiscal, reduzindo gastos e colocando a dívida em trajetória de queda e, por isso, a Fazenda está apoiando a operação, que será levada em dezembro para a Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), responsável por autorizar os empréstimos feitos no exterior.Mantega disse que a operação não abre um precedente negativo, pois está sendo feita dentro dos parâmetros da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). "A reestruturação não fere a LRF. Aqui no Ministério da Fazenda não fazemos nada que fira a LRF", afirmou. "Ela está reduzindo gastos e a dívida e, com isso, obtém um crédito de reestruturação financeira", emendou.O ministro disse que, diante das dificuldades enfrentadas pelo governo gaúcho, a Fazenda estuda um mecanismo que visa a ajudar o Estado a pagar o 13º salário dos servidores estaduais. A idéia é disponibilizar cerca de R$ 200 milhões para o governo gaúcho. Além disso, o governo avalia ainda como ressarcir o Estado por investimentos realizados nos anos 1980 em estradas federais localizadas na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.