Mantega: PSDB quer CPMF, pois pode virar governo

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que o PSDB não quer o fim da cobrança da CPMF, porque poderá ser governo no futuro. "Hoje, ele (PSDB) está na oposição. Amanhã, poderá estar no governo", analisou Mantega. E acrescentou: "Eles são sérios candidatos a alguma sucessão."O ministro disse que é prematuro afirmar que o PSDB abandonou as negociações com o governo sobre a votação da emenda que prorroga a vigência da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). "Eu não tenho declaração formal", disse, referindo-se ao fato de ainda não ter recebido comunicado do PSDB sobre a suspensão das negociações.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.