Mantega pode ter de explicar atraso da reforma tributária

A maioria dos senadores do PMDB exige que o ministro da Fazenda, Guido Mantega, compareça ao Senado para explicar os motivos que levaram o governo a adiar o envio ao Congresso da proposta de reforma tributária. Em reunião da bancada hoje, os senadores reclamaram que o ministro já havia assumido um compromisso de enviar o texto ao Congresso até sexta-feira como parte do acordo para aprovação da emenda que prorroga a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF). O senador Walter Pereira (PMDB-MS) afirmou que o clima na reunião foi de tensão e que a decisão do governo de atrasar o envio da proposta dificulta ainda mais a aprovação da emenda do chamado imposto do cheque. O líder do PMDB, senador Valdir Raupp (RO), ainda marcará o dia do encontro dos senadores com o ministro da Fazenda. "Sem enxergar um horizonte para redução da carga tributária, tenho dificuldades para votar a CPMF", disse Walter Pereira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.